Lilithfx




Eu poderia estar matando,eu poderia estar roubando,mas...
Venho aqui nesse espaço, dividir com meus caros leitores, que perdem seu precioso tempo lendo as insanidades que escrevo, palavras de sabedorias ou nem tanto.

Hoje é Dia dos Namorados e como estamos em busca de igualdade nada mais justo que eu,uma mulher que namora outra mulher,escrever Dia das Namoradas.

Dito isso,vamos ao que interessa.

Qual o melhor presente para dar e receber no dia das namoradas? 

Poderia citar vários,mas na minha singela e simplória opinião,o melhor deles seria um inesquecível e maravilhoso orgasmo.

Sim,orgasmo existe cara leitora, não é invenção de fadas suecas safadas ou de gueixas ninfomaníacas do Japão.

Eu já tive o inenarrável prazer de desfrutar desse sentimento e estou aqui como prova viva.


Resolvi fazer então, um pequeno manual de como presentear sua namorada com um orgasmo.



As regras de ouro são: 


Orgasmo existe,mesmo que você nunca tenha sido apresentada ao mesmo.

Não importa o tamanho dos seus dedos ou língua, mas sim a sabedoria e criatividade que possuem.

Seja uma eterna exploradora dos sete mares,porque navegar é preciso.

Conhecimento é poder, por isso explore seu corpo e de sua namorada, descubra o que faz você e ela terem prazer.

Não existem regras no sexo, tudo é permitido se as duas pessoas envolvidas estão de acordo.

O ato sexual é antes de tudo uma troca, se não estiver satisfeita é melhor falar.

Se tua parceira ejacular na hora do orgasmo não tenha medo, ela não fez xixi,mas se eu fosse você,comemoraria e muito...

Sem pressão no ato sexual,nem sempre o orgasmo vai pintar.É uma boa oportunidade de tentar e tentar sempre.

O ponto G não é ponto de encontro para gays solitários,portando descobri-lo é uma doce tarefa.

Todos os sons são bem vindos durante o ato sexual.


Masturbe-se!

Ouse,invente,explore,seja criativa,mudar a rotina as vezes causa um terremoto na vida sexual.

Cuide-se para sua parceira e exija o mesmo dela,ir ao ginecologista é fundamental.

Fingir orgasmo não resolve, o melhor é fazer DRs até resolver.

Não existem regras,você não precisa ser passiva,ativa ou relativa,basta ser sexual.

Apimente a relação com produtos eróticos,não tenha preconceitos.

Prefira um bom orgasmo que sonhar com vários múltiplos.

O nosso Ponto G fica no ouvido.




Sites bacanas que tratam sobre o assunto e podem dar boas idéias:











Site dedicado ao belo ato de gozar,sem qualquer pornografia,reúne vídeos e fotos desse momento glorioso,chamado pelos franceses de La Petite Mort. 
Faces de uma Pequena Morte em português é, para os franceses, a perfeita explicação do orgasmo e, como os próprios descrevem, esta é a hora em que as pessoas estão realmente despidas de quaisquer barreiras.







E como sempre o post é dedicado a minha namorada,dona de todos os meus orgasmos sejam 
físicos,mentais ou espirituais.


Eis um pequeno poema que fiz pra ela, já postei no blog, mas é bastante pertinente com esse post.
Te amo J !Obrigada por estar na minha vida :)






Dedos, mãos, pele, boca.
Explicitam vontades, quereres.
Surpreendente a diversidade dos novos caminhos percorridos.
Espelho reflete espelho.
Juntas, gêmeas siamesas no sentir.

Oceano infinito de sensações...
Santificado pela pequena morte.

*”Petit Mort” ou Pequena Morte = êxtase ou gozo em francês


Por fim,termino esse post enorme com música.
Esse tipo de música e música árabe são mais que afrodisíacas para eu. 





Faça uma blogueira feliz e comente esse post.
Tenho boas histórias para contar,mas preciso saber que alguém lê minhas insanidades.
:-D
Lilithfx
Sei que muitos meninos e meninas na fase da descoberta da sexualidade,enfrentam problemas com a mãe.
Minha mãe faleceu tem quase 10 anos e nessa época eu ainda era o que podemos chamar de simpatizante.
O mais engraçado é que apesar disso,ela conhecia todas as minha amigas lésbicas e nunca discriminou qualquer uma delas.
Tenho algumas histórias bastante engraçadas da minha mãe e o quanto minhas amigas adoravam ela.

Sendo assim,se eu tivesse que pedir algo a Deus,seria uma oportunidade de apresenta-la a minha namorada e a neta que ela não conheceu.


Histórias sobre minha mãe:




Em minha casa sempre tivemos o hábito de andar com pouca roupa,fato esse explicado por termos em nossos genes,com orgulho, genes indígenas.
Lembro a primeira vez que minha mãe desfilou seminua na presença de uma boa amiga lés.Ela quase enfartou,não olhava para direção alguma,só os próprios pés,rsrs.


Eu era a guardiã dos livros gays,que eram facilmente misturados aos milhares de outros livros que possuo e que os amigos e família sempre pedem emprestado.
Num belo dia,procurando o livro de uma amiga,não acho,vou perguntar a minha mãe e ela diz,emprestei para sua prima.
Se a família já desconfiava de algo,teve certeza,porque o livro chamado Pecados safados rodou de mão em mão,hehe.


Minha tia foi perguntar para minha mãe sobre minha sexualidade,se eu era "sapatão".
Minha mãe me contou que respondeu o seguinte:"Se ela é,ainda não me contou,mas se você está tão preocupada com esse assunto,pergunte a ela".
Tem como não amar?

Um bom amigo gay,pediu para eu guardar suas revistas G Magazine em casa.
A primeira coisa que fiz foi mostrar para minha mãe,as fotos artísticas dos famosos,o que ela imediatamente socializou com suas amigas.


Tantas histórias para contar sobre essa mulher incrível,que fez a passagem cedo demais,mas deixou sementes de amor,tolerância e respeito por onde passou.

Esse post é uma homenagem e para alertar quem tem mãe,valorize.Por mais difícil que seja a convivência.É uma ligação repleta de sentimentos dicotômicos,por isso mesmo incrível e cheia de altos e baixos. 
Sua mãe pode não compreender você,mas vai amar até o fim da vida.

Feliz dia para todas as mães e em todos os formatos,lembrando sempre que,mãe é quem cria,dá amor,afeto e também regras e correção.

Meu pensamento hoje é todo seu mãe e sei que você está comigo em cada passo que dou.